Simpósio Nacional de Geografia Urbana

GT-5: Mobilidade, migração e espaço urbano

Coordenadores: Carlos de Almeida Toledo (USP), Denise Cristina Bomtempo (UECE), Marcos Leandro Mondardo – UFGD, Rogério Haesbaert (UFF)

 

A crise e as dinâmicas econômicas e sociais materializadas na escala do Brasil e do mundo impõem alterações no processo da mobilização do trabalho, da configuração das fronteiras, da urbanização e das interações espaciais entre as cidades estruturadas em rede. Desta maneira, há uma série de reorientações das formas empíricas, do exercício da mobilidade e das migrações como meio e condição da reprodução social. A reestruturação urbana permite a emergência de novos fluxos populacionais que entrelaçam as escalas intraurbanas, regionais, nacionais e internacionais. Assim, um conjunto de espacialidades, territorialidades e paisagens passa a ser produzido pautado nas universalidades e particularidades culturais e socioeconômicas, materializado a partir da figura do migrante em múltiplas trajetórias. Diante do apresentado, como conceituar a mobilidade em geral e do trabalho em particular, os deslocamentos e as migrações? Qual o novo papel da inserção global de nossas metrópoles e suas repercussões quanto à segregação espacial, na escala local/urbana? Como identificar a crise econômica e social na presença cotidiana dos migrantes nas cidades de diferentes tamanhos? Quais as problemáticas vinculadas à mobilidade e à migração nos espaços urbanos do Brasil do século XXI? Como analisar as territorialidades dos migrantes nas cidades? É possível considerar a produção imobiliária na cidade, a (i)mobilidade e o surgimento de novas fronteiras como caminhos para compreender as dinâmicas urbanas contemporâneas?

Trabalhos aprovados no GT-5:

 

1. ABIGAYL FERNANDES DA SILVA, DIEGO COELHO DO NASCIMENTO. TRANSPORTE PÚBLICO URBANO NA REGIÃO METROPOLITANA DO CARIRI: UMA ANÁLISE A PARTIR DOS PLANOS DIRETORES

2. ÁKILA SOARES DE BRITTO. A MOBILIDADE E O CRESCIMENTO URBANO DE FEIRA DE SANTANA – BA: A INSERÇÃO DO BUS RAPID TRANSIT (BRT)

3. ALEX BAIMA AMARAL JUNIOR. A SEGREGAÇÃO RESIDENCIAL COMO CONDIÇÃO PARA A MOBILIADE PENDULAR: UMA ANÁLISE DO DISTRITO DE BENFICA NA REGIÃO METROPOLITANA DE BELÉM.

4. AMANDA SANTOS VARGAS, LIDIANE ESPINDULA. A MOBILIDADE NAS CIDADES MÉDIAS PARA POTENCIALIZAÇÃO DAS ECONOMIAS LOCAIS NO CONTEXTO DO MUNDO GLOBALIZADO: O CASO DE MANHUAÇU - MG

5. BEATRIZ HIROKO RESENDE MIYAZATO. FAVELA DO JAGUARÉ: MIGRAÇÕES, TRABALHO E PRODUÇÃO DO ESPAÇO URBANO PERIFÉRICO

6. BRUNO CANDIDO DOS SANTOS. MIGRAÇÕES, REDE URBANA E TRANSPORTE RODOVIÁRIO INTERESTADUAL DE PASSAGEIROS ENTRE PARANÁ E RONDÔNIA

7. CÁSSIO ARRUDA BOECHAT. MOBILIDADE DO TRABALHO NO BRASIL: A RECEPÇÃO DA OBRA DE JEAN-PAUL DE GAUDEMAR E UMA PERSPECTIVA CRÍTICA PARA OS ESTUDOS MIGRATÓRIOS

8. CLARICE CASSAB, LILIAN APARECIDA DE SOUZA. POR ONDE OS CAMINHOS NOS LEVAM: LOCALIZAÇÃO, MOBILIDADE E USO DA CIDADE POR MORADORES DE UM CONJUNTO HABITACIONAL DO MCMV EM JUIZ DE FORA - MG

9. CLAUDECI PEREIRA NETO. PROPOSTA METODOLÓLICA DE ESCOLHA DE UM BAIRRO PARA A REALIZAÇÃO DE PESQUISA DE CAMPO SOBRE MIGRAÇÃO

10. EDNELSON MARIANO DOTA. MIGRAÇÃO E O SETOR DE PETRÓLEO E GÁS NO ESPÍRITO SANTO

11. ÉRICA TAVARES, JÉSSICA MONTEIRO DA SILVA TAVARES. MOBILIDADE PENDULAR E DESLOCAMENTOS CASA-TRABALHO NA METRÓPOLE: DIMENSÕES ESPACIAIS E TEMPORAIS

12. FLÁVIA ELAINE DA SILVA MARTINS. CONTEXTOS MIGRATÓRIOS RECENTES E ALIENAÇÃO DA MORADIA: PAUTAS EMERGENTES NOS MOVIMENTOS DE OCUPAÇÃO

13. GABRIELA LIMA DINIZ. MOBILIDADE NO ESPAÇO INTRAURBANO DA REGIÃO METROPOLITANA DE BELO HORIZONTE: DISSOCIAÇÕES DOS ESPAÇOS DE MORADIA E DE TRABALHO SOB A PERSPECTIVA DA MIGRAÇÃO DE ÚLTIMA ETAPA E DA MOBILIDADE PENDULAR

14. GULLIT TORRES DIAS. A POLÍTICA DO ATRASO - CASO LINHA 4 AMARELA DO METRÔ DE SÃO PAULO

15. HISRAEL PASSARELLI-ARAUJO, JOSEANE DE SOUZA. MIGRAÇÃO INTERNACIONAL CONTEMPORÂNEA E SELETIVIDADE NO MERCADO DE TRABALHO FLUMINENSE: UMA ANÁLISE A PARTIR DOS DADOS DO CENSO DEMOGRÁFICO DE 2010

16. IRLA FARAH BERSOT. MOVIMENTO PENDULAR: O DESLOCAMENTO DIÁRIO DOS ESTUDANTES UNIVERSITÁRIOS DE CONCEIÇÃO DE MACABU COM DESTINO A CAMPOS DOS GOYTACAZES NO NORTE FLUMINENSE

17. JORGE SALES DOS SANTOS, JOSÉ AUGUSTO LOPES DA SILVA. DINÂMICA MIGRATÓRIA E EXPROPRIAÇÃO ESPACIAL: O CASO DE BARCARENA (PA) E JARI (AP)

18. KAUAI CAVALCANTE BARBOSA. MOVIMENTOS MIGRATÓRIOS NA AMAZÔNIA: O CASO DAS RESERVAS DE DESENVOLVIMENTO SUSTENTÁVEL AMANÃ E MAMIRAUÁ NO MÉDIO SOLIMÕES

19. LAYSE RODRIGUES DE JESUS, GABRIELLA WOTKOSKY BREDA. AS POLÍTICAS MIGRATÓRIAS DA UNIÃO EUROPEIA E O CASO ITALIANO

20. LENIARA CONCEICAO SILVA. “OS POBRES CITADINOS DO CAMPO”: UMA ANÁLISE DA MIGRAÇÃO CAMPO-CIDADE E A CONTINUAÇÃO DA POBREZA DE MORADORES DA CIDADE DE SANTO ESTEVÃO-BA

21. LUIS FELIPE PERUCCI DE LACERDA. A CRISE MIGRATÓRIA DA VENEZUELA, XENOFOBIA E A INFLUÊNCIA DOS DISCURSOS MIDIÁTICOS

22. MALENA RAMOS SILVA. PERFIL SOCIOECONÔMICO DE POTENCIAIS USUÁRIOS DE BICICLETA NOS MOVIMENTOS PENDULARES NO MUNICÍPIO DE VITÓRIA – ES

23. RAFAEL CESARIO ARAGI. 1990 A CONTRADITÓRIA POLÍTICA “NEOLIBERAL” E A CRIAÇÃO DA COMPANHIA PAULISTA DE TRENS METROPOLITANOS (CPTM), O TRANSPORTE DE “REFUGIADOS” EM MEIO AO CONFLITO IMANENTE DA VALORIZAÇÃO

24. RAÍSSA FERREIRA FIGUEIREDO, MARIA CLARA LEADEBAL CELESTINO. MIGRANTES BRASILEIROS NOS ESTADOS UNIDOS: AS NOVAS TENDÊNCIAS MIGRATÓRIAS PENSADAS ATRAVÉS DA MOBILIDADE DO TRABALHO E PRODUÇÃO E REPRODUÇÃO DO ESPAÇO URBANO

25. RAYANA PATRICIA DA COSTA CUNHA. A INFLUÊNCIA DA MOBILIDADE URBANA PARA A REAL EXPERIÊNCIA DO ESPAÇO URBANO DE TERESINA

26. RICARDO BARBOSA DA SILVA. MOBILIDADE COTIDIANA, SEGREGAÇÃO ESPACIAL E TEMPO DE DESLOCAMENTO: APONTAMENTOS INICIAIS

27. TAIRONY OLIVEIRA SOUSA. ACESSIBILIDADE E MOBILIDADE REDUZIDA DE PESSOAS NOS ESPAÇOS DOS CAMPI UNIVERSITÁRIOS DE FEDERAÇÃO/ONDINA DA UFBA: DIAGNÓSTICOS

28. TAYNARA CARVALHO NEVES, NORMA LACERDA LACERDA, PRISCILA BATISTA VASCONCELOS. IMPLICAÇÕES DA IMIGRAÇÃO CHINESA NOS CENTROS HISTÓRICOS DO BRASIL: APROXIMAÇÕES A PARTIR DO CASO RECIFE - PE

29. THALÍA MACHADO DE AZEREDO, RAMON CARRILHO CORREA DE OLIVEIRA. MOVIMENTO PENDULAR ESTUDANTIL E A DINÂMICA DA REDE URBANA NO NORTE FLUMINENSE: DESLOCAMENTO COTIDIANO ENTRE SÃO FIDÉLIS E CAMPOS DOS GOYTACAZES R.J. (2017)

30. ZELIA AUREA SILVA DE AZEVEDO THOMAZ. POLÍTICA DE REFÚGIO NA ALEMANHA: A INCORPORAÇÃO DA CIDADE SANTUÁRIO NA COMPOSIÇÃO DO “BOM” REFUGIADO

 

Acesso à informação
Transparência Pública

© 2013 Universidade Federal do Espírito Santo. Todos os direitos reservados.
Av. Fernando Ferrari, 514 - Goiabeiras, Vitória - ES | CEP 29075-910